Pop culture

5 vezes que membros da realeza abdicaram a coroa

Do Japão à Inglaterra. Ao longo dos anos diversos membros da realeza já abdicaram a coroa, confira os casos
Reading time 4 minutes
Foto: Getty Images

Para muitas pessoas se tornar um dos membros da realeza pode parecer um sonho mas, assim como o título pode trazer uma série de benefícios, ele exige diversos deveres e obrigações de quem o utiliza, o que muitas vezes pode ser sufocante. Não é à toa que ao longo dos anos diversos nomes importantes das famílias reais mundiais se distanciaram da coroa. Confira 5 vezes que isso aconteceu.

Rei Edward VIII

Se você é fã de The Crown, provavelmente já sabe um pouco sobre essa história. Apenas 11 meses após se tornar rei, Edward VIII abdicou de sua posição na coroa para casar-se com a mulher que ele amava, Wallis Simpson. Uma mulher americana, que já havia se casado duas vezes. 

 

A principal questão era que, de acordo com a Igreja da Inglaterra não era permitido que pessoas divorciadas se casassem de novo. Ele simplesmente não poderia viver esse relacionamento. 

 

Foi a partir dessa renúncia que George VI, o pai da rainha Elizabeth II e irmão de Edward VIII se tornou rei.

1618760510348746 rei edward viii
Foto: Getty Images

Princesa Ayako do Japão

Princesa Ayako se juntou ao rei Edward na lista de pessoas que se distanciaram de seus deveres reais em busca de viver seu amor. Em 2018, aos 28 anos, a japonesa se casou com Kei Moriya, um plebeu. 

 

Entretanto, de acordo com as regras da realeza japonesa, mulheres não podem se casar com plebeus. Ou seja, para que essa união acontecesse, ela precisou se afastar de seu cargo.

Rainha Beatrix, da Holanda

Faltando apenas 3 dias para completar 75 anos, a rainha Beatrix, anunciou que após 33 anos de reinado ela iria deixar o cargo. Com isso, Willem-Alexander, seu filho mais velho, ganhou o título de rei.

 

“A responsabilidade sobre nosso país deve recair nas mãos das novas gerações” revelou Beatrix em discurso.

Príncipe Andrew

O príncipe Andrew se distanciou da coroa após se envolver em diversas polêmicas. Sua amizade com o Jeffrey Epstein ganhou os holofotes da mídia em meio às acusações de tráfico e abuso sexual de menores que levaram o bilionário a se suicidar na cadeia.

 

Após ser acusado de ter relações com uma menor e ver sua reputação ir por água abaixo, em novembro de 2019 o príncipe lançou um comunicado oficial se afastando de seus deveres reais. 

 

“Ficou claro para mim nos últimos dias que as circunstâncias relacionadas à minha antiga associação com Jeffrey Epstein se tornaram uma grande interrupção no trabalho de minha família e no valioso trabalho que está acontecendo nas muitas organizações e instituições de caridade que tenho orgulho de apoiar” explica Andrew em seu comunicado.

Príncipe Harry e Meghan Markle

Já faz mais de um ano que os duques de Sussex se afastaram de seus deveres como membros seniores na realeza britânica e, após passarem um tempo morando no Canadá, hoje o casal se instalou nos Estados Unidos, com o filho Archie.

 

A medida se deu após o ataque massivo da mídia mundial sobre Meghan Markle. O comunicado foi feito através da conta de Instagram do casal e dizia: "Após muitos meses de reflexão e discussões internas, optamos por fazer uma transição este ano para começar a esculpir um novo papel progressivo dentro desta instituição. Pretendemos retroceder como membros "seniores" da Família Real e trabalhar para nos tornarmos financeiramente independentes, continuando a apoiar totalmente Sua Majestade, a Rainha.”

1618757277308695 meghan e harry
Foto: Getty Images

posts relacionados

posts recomendados