Hommes

Ex-escrava sexual faz relato polêmico sobre dias ao lado do príncipe Andrew

"Meu trabalho era entretê-lo sem parar''
Reading time 2 minutes

A polêmica história que envolve o  príncipe Andrew e o bilionário pedófilo Jeffrey Epstein, que cometeu suicídio em 2019, após ser acusado por exploração sexual de menores de idade, segue firme. 

O jornal “The Sun” teve acesso a um documento judicial escrito por Virginia Roberts Giuffre, de 36 anos, onde ela afirma que passou dois dias sozinhas com o duque no rancho de Epstein sendo sua  "escrava sexual". Virginia, com 18 anos na época, relatou ter feito massagem erótica no príncipe e algumas preferências sexuais.

“Não era fácil atender aos desejos sexuais desses estranhos, sendo o príncipe, um deles. Ele amava meus pés e até lambia entre meus dedos. Mas não existia paixão nessa intimidade que dividimos. Pra ele, eu era só mais uma garota, e pra mim, era apenas mais um trabalho”, desabafou Virginia

Virginia afirmou que esteve com o príncipe no rancho de Epstein no Novo México por volta do ano de 2001 e revelou nos documentos: "Meu trabalho era entretê-lo sem parar, isso significava conceder meu corpo durante uma massagem erótica ou simplesmente sair com ele para cavalgar". Além disso, ela alegou ter tido relações sexuais com o filho da rainha Elizabeth três vezes diferntes, mas todas organizadas por Epstein. 

Tags

posts relacionados

posts recomendados