Hommes

Harry fala pela primeira vez sobre a decisão de se afastar da família real

“Foram muitos meses de conversas depois de muitos anos de desafios. E eu sei que nem sempre acertei, mas não havia outra opção.”
Reading time 5 minutes

Depois de anunciar sua saída da família real britânica como membro sênior, que pretende ser financeiramente independe e dividir sua vida entre o Canadá e o Reino Unido, o príncipe Harry falou pela primeira vez  sobre sua decisão, que tem dominado as manchetes do mundo todo e abalou as estruturas da realeza britânica. Em um jantar beneficente em Londres, ele desabafou sobre a questão.  Confira abaixo a íntegra do discurso.

"Antes de começar, devo dizer que só posso imaginar o que vocês ouviram ou leram nas últimas semanas... Por isso, querem que vocês ouçam de mim o máximo que posso compartilhar. Não como príncipe, não como duque, mas como Harry, a mesma pessoa que vocês viram crescer nos últimos 35 anos. O Reino Unido é minha casa e um lugar que eu amo. Isso nunca vai mudar. Eu cresci sentindo o apoio de muitos de vocês e vi como receberam Meghan de braços abertos enquanto me viam encontrar o amor e a felicidade que eu esperei por toda a minha vida. Finalmente, o segundo filho de Diana foi “pego”, viva!

Também sei que vocês me conheceram o suficiente durante todos esses anos para confiar que a mulher que escolhi como esposa detém os mesmos valores que eu. E e ela é a mesma mulher por quem me apaixonei. Nós dois fazemos tudo o que podemos para erguer a bandeira e desempenhar nossos papéis neste país com orgulho.

Quando Meghan e eu nos casamos, ficamos empolgados, esperançosos e estávamos aqui para servir. Por esses motivos, sinto-me muito triste por ter chegado a isso. A decisão que tomei para que minha esposa e eu recuássemos não foi sob ânimo leve. Passamos por muitos meses de conversas depois de tantos anos de desafios. Eu sei que nem sempre entendi direito, mas, no que diz respeito a isso, realmente não havia outra opção. O que quero esclarecer é que não fomos embora e certamente não estamos indo embora.

Nossa esperança era continuar servindo a rainha, a comunidade e minhas associações militares, mas sem financiamento público. Infelizmente, isso não foi possível. Aceitei, sabendo que isso não muda quem eu sou ou como estou comprometido. Espero que entendam o que aconteceu, que eu estou afastando minha família de tudo que já conheci para dar um passo adiante no que espero que possa ser uma vida mais pacífica.

Nasci nesta vida e é uma grande honra servir ao meu país e à rainha. Quando perdi minha mãe há 23 anos, vocês me levaram para embaixo de suas asas. Vocês me observam há tanto tempo, mas a imprensa é uma força poderosa. Minha esperança é que um dia nosso apoio coletivo um ao outro possa ser mais poderoso, porque isso é muito maior do que apenas nós.

Foi nosso privilégio atendê-lo e continuaremos levando uma vida de serviço. Sempre terei o maior respeito por minha avó, minha comandante, e sou incrivelmente grata a ela e ao resto da minha família pelo apoio que mostraram a Meghan e a mim nos últimos meses. Continuarei sendo o mesmo homem que valoriza seu país e dedica sua vida a apoiar as causas, instituições de caridade e comunidades militares que são tão importantes para mim. Juntos, vocês me ensinaram sobre a vida. E esse papel me ensinou mais sobre o que é certo do que eu jamais poderia imaginar. Estamos dando um salto de fé. Obrigado por me dar a coragem de dar o próximo passo".

Tags

posts relacionados

posts recomendados