Hommes

Príncipe Harry faz declaração minimizando crise e é atacado por cidadãos britânicos

''Quais são suas qualificações para fazer esses comentários?"perguntou o reitor da Universidade de Medicina de Buckingham
Reading time 4 minutes

Na contra mão de tudo que está sendo afirmado pelos principais profissionais de saúde de todo o mundo e divulgado por competentes canais de comunicação, o Príncipe Harry declarou que ‘’as coisas estão melhores do que alguns setores da mídia levam a acreditar’’. A opinião do príncipe, que foi dada em um podcast, causou fúria do povo britânico ao minimizar a enorme crise que o país está vivendo.  

A declaração foi rigorosamente rebatida por Karol Sikora, renomado médico britânico parceiro e reitor da escola de medicina da Universidade de Buckingham, que afirmou ser ultrajante a opinião do Príncipe e indagou: “Quais são suas qualificações para fazer esses comentários - outras além de desertar de seu país nesse momento de necessidade?".

Recentemente, Harry e sua família estão morando em Los Angeles e foi de lá que ele participou do podcast 'Declassified', onde também declarou seu apoio ao capitão Tom Moore, um veterano de guerra que aos 99 anos conseguiu mais de 140 milhões de reais para o sistema de saúde do Reino Unido. 

Outra afirmação tensa durante o bate papo, foi quando o filho de Charles, Príncipe de Gales e Lady Di disse: “Pode ser muito preocupante quando você está sentado lá, e a única informação que está recebendo é de certos canais de notícias, mas se você está circulando ou está nas plataformas certas, pode realmente sentir esse espírito humano chegando vindo das frentes de trabalho".

A afirmação também foi prontamente rebatida pelo ex-conselheiro do Primeiro Ministro, que declarou: “Quanto à mídia, eu realmente não entendo qual é a bronca de Harry. Os jornalistas têm relatado os fatos e têm feito um grande trabalho em responsabilizar o governo. A mídia também defendeu o NHS e se tornou uma importante aliada de médicos, enfermeiros e trabalhadores-chave. Eles devem ser aplaudidos, não difamados", concluiu.

 

Tags

royals
familia-real
meghan-markle
harry

posts relacionados

posts recomendados