Moda

6 regras fundamentais antes de ir as compras

Compras conscientes
Reading time 4 minutes

Quem nunca olhou para o armário lotado de roupas e esteve sem nada para vestir?

Não se preocupe, você não é única que já passou diversas vezes por essa situação. Por isso é preciso estar muito consciente ao ir fazer compras, afinal nada pior do que gastar um dinheiro suado do salário em uma peça que você mal usa e só ocupa lugar no armário.

 

Vamos ajudá-la com algumas regrinhas importantes ao adicionar uma peça ao seu closet:

Regra 1: Custo X Uso

 

Na hora de comprar um item novo, considere a relação “custo por uso”. Quanto você está gastando na peça dividido pela quantidade de vezes que você for usar!

Investir R$2000 em um vestido preto eterno com caimento perfeito (que você possa usar 30x) pode ser caro, mas mais caro ainda é investir R$500 em um estampado “modismo” para usar uma vez na vida, né?

Regra 2: Economize em peças da moda

 

Sabe aquela calça colorida ultra tendência do momento que todas as blogueiras estão usando? Sai correndo dela! Especialmente se for para deixar todo seu dinheiro do aluguel em uma marca de grife!

As peças que são claramente modismo (ex. algo mega “diferentão”, uma cor que é apenas momento) deixe para comprar em lojas de Fast Fashion!

 Zara, H&M, Forever21 são ótimas opções, visto que normalmente as tendências tem curto prazo de validade.

Regra 3: Não invista em peças que não vestem bem de primeira

 

Apesar de amar a peça na vitrine ou em outro alguém, tem roupas que simplesmente não vestem bem no seu tipo de corpo! Não force a barra!

É típico da mulherada desejar tanto uma roupa que mesmo grande, prefere sair da loja em busca de uma costureira para fazer o ajuste final!

As chances de não dar certo são grandes, as vezes ficam meses enrolando de levar para um conserto e quando finalmente voltam, já não é mais aquele encanto do primeiro momento.

Regra 4: Compre peças pensando no seu guarda-roupa!

 

Do que adianta comprar uma blusa maravilhosa que não combine com nenhuma das partes de baixo do seu armário? Certamente vai ser só mais um item empilhado no closet! Sendo assim, tenha consciência das peças do seu armário antes de efetuar a compra.

Mas calma, você é humana! Se o impulso falar mais alto, faça esse trabalho em casa! Logo após a compra, chegue em casa e pense em todas as combinações com seu novo item, o ideal é que se tenha pelo menos 3 tipos de opções de look com cada um. Se não obtiver sucesso pense em trocar a peça.

Regra 5: Ignorar peças desconfortáveis

 

Outro grande erro que cometemos: comprar peças que são desconfortáveis. Não importa o quão bonita ou elegante, elas acabam enfiadas na parte de trás do armário. Se você já sabe que não se da bem com saltos altíssimos, não insista no mesmo erro. Aproveita a oportunidade para tirar aqueles saltos dos anos 2000 do armário e doe. Assim terá mais espaço para pensar no que você realmente usa e precisa.

Regra 6:  Mantenha a qualidade acima da quantidade

 

Mais nem sempre é melhor. Em vez de se concentrar em encher seu armário com coisas novas para usar todos os dias da semana, cuide de seu armário com uma coleção de peças que você pode misturar e combinar que durarão muito tempo.

Tags

posts relacionados

posts recomendados