Pop culture

#MeToo: Morgan Freeman é acusado de assédio

O ator americano de 80 anos foi acusado por 8 mulheres de assédio e comportamento inapropriado
Reading time 3 minutes

Mais uma personalidade do mundo do entretenimento foi acusada de assédio sexual. Depois do escândalo envolvendo o produtor de Hollywood Harvey Weinstein, das revelações contra o co-fundador da Guess e também contra o pai das modelos Gigi e Bella Hadid (entre várias outras), o ator Morgan Freeman acaba de ser denuciado por assédio e comportamento impróprio.

 

Segundo a investigação do canal de televisão CNN, pelo menos oito pessoas acusam o norte-americano por ocorrências ao longo dos últimos anos - entre filmagens e eventos promocionais.

 

 

Além das oito vítimas, mais oito serviram como testemunhas confirmando que presenciaram comportamentos e atitudes impróprias no ambiente de trabalho e gravações dentro da produtora do ator, a Revelations Entertainment

 

Um dos casos está o de um assistente de produção do filme "Despedida em Grande Estilo" (2017), protagonizada por Morgan Freeman, Michael Caine e Alan Arkin. A mulher alega que o ator a tocava sem consentimento e fazia comentários diários sobre o corpo e a roupa que vestia.

 

 

Quatro pessoas ainda afirmam que o ator tinha comportamentos impróprios no set, como assédio verbal e ainda tentativas de levantar saias de mulheres. "Elas disseram que não denunciaram os comportamentos de Freeman por medo de perder o emprego", revela o canal de televisão. 

 

A CNN ainda tentou obter esclarecimentos do ator ou dos seus representantes, mas ainda sem sucesso. 

 

"As alegações contra o Freeman não se referem a coisas que se passaram em privado. São fatos que aconteceram em público, em frente a testemunhas e até mesmo em frente às câmaras", escrevem as jornalistas An Phung e Chloe Melas. "Antes do #Metoo, muitos homens da indústria do entretenimento comportavam-se sem medo das consequências, porque muitas vezes quando algum homem com poder o fazia, era a vítima que sofria as consequências", lamentam.

 

posts relacionados

posts recomendados